Câncer de Mama – Sintomas, causas e tratamentos

O câncer é uma doença que atinge milhares de pessoas ao redor do mundo, levando muitas à óbito e outras tantas à viver uma vida com prazo determinado. Existe câncer de todos os tipos e, em alguns casos, a pessoa tem mas descobre só quando a doença já atingiu um estágio avançado. Vencer essa doença é uma verdadeira luta, mas não totalmente impossível.

Hoje falaremos sobre o câncer de mama, um dos câncer existentes que atinge milhares de mulheres em todo o mundo e com alguns cuidados pode ser evitado. Venha conosco descobrir quais são as causas, os tipos e o tratamento do câncer de mama.

Câncer de Mama o que é?

O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama, derivado de algumas consequências geradas pelas alterações genéticas em um conjunto de células da mama, que dividem-se descontroladamente. Com isso, as células mamárias crescem de uma forma anormal, causando o câncer.

Câncer de Mama - Sintomas, causas e tratamentos

Câncer de Mama – Sintomas, causas e tratamentos. Imagem:divulgação

Não somente mulheres desenvolvem esse tipo da doença, mas também homens. É claro que o maior público atingido é o feminino, mas não podemos descartar nunca a possibilidade da doença surgir em um homem. Segundo uma pesquisa, para cada 100 mulheres com câncer de mama, 1 homem possui a doença.

Câncer de Mama causas

Ainda não se sabe ao certo quais são as causas do câncer de mama, apenas há fatores de risco que tendem a aumentar a possibilidade da doença aparecer. Entre esses fatores podemos destacar o histórico familiar: se a pessoa tiver dois ou mais parentes de primeiro grau com câncer de mama há grandes chances de vir a desenvolver.

A idade também é considerado um fator de risco: mulheres entre 40 e 69 anos são as que mais desenvolvem a doença atualmente, porque nesse momento da vida a exposição ao estrógeno está no seu ápice.

Outros fatores de risco para o câncer de mama: menstruação precoce, menopausa tardia, reposição hormonal, colesterol alto, obesidade, ausência de gravidez, lesões de risco e, caso o paciente já tenha tido um câncer de mama anteriormente, as chances dele desenvolver novamente são grandes.

Acesse e saiba mais informações: Doenças Sexualmente Transmissíveis na mulher

Câncer de Mama sintomas

Saber os sintomas de uma doença como essa é fundamental para que você possa estar atento ao seu corpo e possa diagnosticar o problema o quanto antes. Os sintomas tendem a variar de acordo com o estágio da doença e o tamanho do tumor, sendo que a maioria deles no início da doença não apresentam sintomas; por isso é essencial fazer exames periódicos.

Câncer de Mama - Sintomas, causas e tratamentos

Câncer de Mama – Sintomas, causas e tratamentos. Imagem:divulgação

Você deve sempre analisar suas mamas em busca de algo errado. Caso consiga sentir o tumor com o dedo, isso significa que ele já possui 1 cm³, o que é considerado uma lesão muito grande. Além disso, outros sintomas podem surgir, como: vermelhidão na pele, inchaço na pele, nódulos na axila, alterações no formato dos mamilos e das mamas, secreção escura saindo pelo mamilo, pele enrugada, feridas.

Câncer de Mama tipos

O câncer de mama possui alguns tipos e subtipos que também devem ser descobertos para que o tratamento possa ser eficaz. De um modo geral, alguns fatores são levados em conta, como o fato do tumor ser ou não invasivo, qual seu tipo histológico, seu estadio e uma avaliação imunoistoquímica.

Câncer de Mama - Sintomas, causas e tratamentos

Câncer de Mama – Sintomas, causas e tratamentos. Imagem:divulgação

Dentro da categoria do estádio é possível classificar o câncer de 0 a 4, onde 0 quer dizer que a doença é curável e 4 quer dizer que há comprometimento das glândulas linfáticas. Dentro do tipo histológico ainda é possível classificar o câncer de mama em carcinoma ductal invasivo, carcinoma lobular in situ, carcinoma ducta in situ, carcinoma inflamatório, Doença de Paget.

Acesse e saiba mais informações: Tratamento estético para estrias – Veja a melhor opção para você!

Câncer de Mama tem cura?

Como falamos, se o câncer de mama for classificado com um estadio 0, é possível obter a cura. No entanto, se for diagnosticado em outros estádios, principalmente no 3 e no 4, é difícil ter uma cura 100%. Existem diferentes tipos de tratamentos para o câncer de mama e estes podem ou não ser combinados.

Todo tumor é retirado por meio de uma cirurgia, o que diferencia é o fato de retirar parte da mama ou toda ela. Mesmo assim, em alguns casos a cirurgia é combinada com outras técnicas. A escolha do tratamento vai depender de todos os tipos que mencionamos e por isso é fundamental fazer o diagnóstico completo.

Recomendados para você:

Comments are closed.